Detalhe Livro
Disponível

O Infinito Na Palma Da Sua Mão. O Sonho Divino Ao Nosso Alcance

Rubem Alves

Descrição

Ver um Mundo num Grão de Areia E um Céu numa Flor silvestre, Ter o Infinito na palma da sua mão E a Eternidade numa hora. (William Blake) Tendo como inspiração a poesia de William Blake, Rubem Alves nos surpreende mais uma vez com esta coletânea de crônicas inéditas. Por meio dos textos poéticos unidos pelo verso "o infinito na palma da sua mão", será possível ao leitor aproximar-se desse conceito tão impossível para o ser humano, traduzido em nossa linguagem apenas por seres arrojados e visionários que o capturam através da manifestação fugaz da Beleza. Em O Infinito Na Palma Da Sua Mão, Rubem Alves provocará no leitor a sensação de que é possível, pela beleza poética presente nas palavras, frases e imagens deste livro, tocar, mesmo que na fragrância de um instante, o infinito.

Condição Seminovo
ISBN 9788576860099
Verus
 
 

 
 
2000 caracteres restantes

Não sei como fiquei tanto tempo sem ler as obras deste magnífico autor. As suas palavras são como bálsamo para a alma. Neste livro ele alfineta, cutuca, amansa, abençoa, satiriza, propõe um novo olhar sobre histórias que acreditávamos que já conheciamos por completo de tanto que já ouvimos, afinal, é o Rubem Alves.

Ismael P. Santos | 07 11 2017 10:24
 

Ver um Mundo num Grão de Areia E um Céu numa Flor silvestre, Ter o Infinito na palma da sua mão E a Eternidade numa hora. (William Blake) Tendo como inspiração a poesia de William Blake, Rubem Alves nos surpreende mais uma vez com esta coletânea de crônicas inéditas. Por meio dos textos poéticos unidos pelo verso "o infinito na palma da sua mão", será possível ao leitor aproximar-se desse conceito tão impossível para o ser humano, traduzido em nossa linguagem apenas por seres arrojados e visionários que o capturam através da manifestação fugaz da Beleza. Em O Infinito Na Palma Da Sua Mão, Rubem Alves provocará no leitor a sensação de que é possível, pela beleza poética presente nas palavras, frases e imagens deste livro, tocar, mesmo que na fragrância de um instante, o infinito.

07/11/2017